segunda-feira, 18 de abril de 2011

O QUE FAZER COM AS BITUCAS DE CIGARRO NA PRAIA?

Extremamente desagradável tanto pra quem fuma e principalmente para quem não fuma, essa coisinha horrível tem vários nomes pelo país afora, e até no exterior. Conheça alguns:
  • Pernambuco - toco de cigarro
  • Minas - bitu de ciga ou guimba (jeito mineiro de abreviar tudo)
  • Curitiba - chepa
  • Rio de Janeiro - birra
  • Goiás - cadáver
  • Portugal - beata de cigarro 
  • Estados Unidos - cigarret butt
Seja lá que nome tiver, é sem dúvida algo horrível, principalmente quando jogado nas areias das praias. Além de se juntar as outras milhares de coisas que são jogadas fora das lixeiras, não é recolhida pelos tratores e caminhões pelo seu tamanho, pois passam entre os dentes das escavadeiras que fazem a limpeza. Como resultado são levadas para o mar com a maré alta e viram comida dos peixes que comem e acabam morrendo em consequência.

Mas como nem tudo está perdido, olha que idéia genial criada pelos pesquisadores de uma universidade do Paraná e que me parece muito simples:

Procuramos Patrocinador para este cinzeiro. Alie sua
marca a esta ação de Preservação das Praias. Sua empresa
só tem a ganhar.
Um pequeno recipiente feito em plástico e que resiste ao calor da brasa. Sem dúvida uma pequena peça que gera uma grande solução. Em formato similar a uma casquinha de sorvete, pode ser enfiado na areia e utilizado quantas vezes quiser.

Confesso que nunca vi um desses pelos locais por onde andei e por isso não entendo como uma idéia tão simples ainda não despertou o interesse de autoridades e até mesmo de empresas privadas que pudessem investir, colocando neles a sua marca. Sem dúvida isso agregaria uma boa imagem a qualquer empresa que quisesse investir em algo que de fato contribui com a preservação.


Como diz um grande amigo, no entanto, "antes tarde do que mais tarde". Por que não começar agora?

Encontrar empresas no litoral que desejassem patrocinar esta peça, colocando nela seu logotipo e seu telefone e ai distribuir nas praias.

Quiosques, hotéis, restaurantes entre outros poderiam oferecer aos seus Clientes. Sem dúvida ganhariam muito respeito dos Clientes com esta atitude. É sem dúvida uma ótima ação de fidelização.




Um belo exemplo de atitude é uma ação do Quiosque 12 que criou um chaveiro para ajudar as famílias a encontrar crianças seus filhos que se perdem
na praia. São atitudes como essa que fazem a grande diferença entre quem cuida da cidade, seus moradors e turistas (todos Clientes em potencial) e quem apenas explora a Praia Grande, extraindo desordenadamente seus recursos!

O Quiosque 12 falou com diversas empresas que fabricam brindes até que encontrou uma que adotasse a causa e patrocinasse o chaveiro que hoje é distribuido aos Clientes com crianças a título de empréstimo, devendo ser devolvido no ato de pagar a conta.

Os Clientes adoraram a idéia e muitos passaram a frequentar o Quiosque 12 exclusivamente por que suas crianças estão mais seguras e caso se percam, poderão ser rapidamente localizadas.

Vamos colocar a mão na massa a falar com conhecidos e amigos para encontrar uma empresa que se sensibilize e dê o primeiro passo!!

2 comentários:

Roberto Façanha disse...

A bituca do cigarro transformou-se em um grande problema, em especial nos grandes centros urbanos.
A ECOCITY Soluções Ambientais de Curitiba, desenvolveu o PROGRAMA BITUCA ZERO, de coleta e reciclagem dos resíduos do cigarro.
!00% Paranaense, o Programa atende o ciclo completo do resíduo, com a instalação de coletores especiais, coleta semanal com logística adequada e o reaproveitamento 100% do resíduo.
Conheça nosso programa, noticias e vídeo no site:
www.ecocitybrasil.blogspot.com
Informações:
ecocitybrasil@gmail.com

Portal de Informações, Lazer e Serviços disse...

Agradecemos ao Sr. Roberto pela atenção e pela sugestão. Certamente iremos analisar sim este projeto Paranaense.

Conheça um pouco mais sobre nossa cidade.

Operação praia limpa. Campanha bem legal da empresa de coleta do Rio de Janeiro.